quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ESTUDO PARA SER OBREIRO APROVADO

OBREIRO E O MINISTÉRIO
Esta lição ajudará você, a saber, que tipo de pessoa que o Senhor quer que você seja, e o tipo de trabalho que Ele quer que você faça.
Você é dentre um grupo grande de crentes que respondem à ministerial. chamada do Senhor? Este curso ajudará a você adquirir as condições necessárias para-se preparar e apresentar-se com confiança a chamada
CONCEITO DO MINISTÉRIO
O que é ministério? Como ser obreiro de...
modo eficaz? O que devo fazer? Que tipo devo ser? Como posso servi? Como posso ministrar? O que posso ensinar?
Estas perguntas podem ter estado nas mentes daqueles que os apóstolos escolheram em (Atos 6) e também na mente de Timóteo e Tito quando sentiam, pela primeira vez que devia entrar no ministério. Muitos obreiros enfrentam perguntas semelhantes.
Obedecer a uma chamada é ter convicções sinceras de que foi chamado mesmo!
Muitas das vezes você vai senti-se só e solitário, mesmo entre amigos e familiares, e ai o que fazer? Hum! Lembre-se de Jesus, você tem Espírito Santo você não está só.
Seu interesse por esse curso sugere que você esta envolvido em algum aspecto no ministério da igreja ou espera faze-lo mais tarde. Talvez você também tenha perguntas a fazer. Sugiro que você procure ajuda nas Escrituras. As epistolas pastorais (1 e 2 Tm e Tito) são cartas escritas pelo apóstolo Paulo, dirigidas especificamente para aqueles que desejam e realizam a obra do ministério.
OBS: ESTAS EPISTOLAS PASTORAIS FORAM ESCRITAS POR UM OBREIRO VETERANO A DOIS JOVENS QUE ESTAVAM ATIVOS NO MINISTÉRIO DA IGREJA. ESTAS EPISTOLAS OFERECEM MUITOS CONSELHOS ÚTEIS PARA AQUELES QUE ASPIRAM A ALGUN MINISTÉRIO DA IGREJA. AS IPISTOLAS CITAM AS QUALIFICAÇÕES PARA O MINISTÉRIO CRISTÃO AO DESCREVER A CONDUTA DAQUELES QUE MINISTRAM, VISAVAM DESENCOROJAR OS LEIGOS DE ENVOLVER-SE NO MINISTÉRIO. PAULO INCLUI TODOS OS ASPECTO POSÍVEIS DAS QUALIFICAÇÕES, MAIS O CONSELHO PRINCÍPAL É PARA O ENSINO BÍBLICO A RESPEITO DA LIDERANÇA CRISTÃ.
Sê exemplo é umas das qualificações da chamada para os demais
(Tupos quer dizer: Modelo, Imagem, Padrão ou Ideal) Obedecer à chamada é sentir-se como eleito de Deus. Aquele que quer responsabilidade, é necessário que essa inspiração seja confirmada pela a Palavra de Deus e pela a Igreja.
O MINISTÉRIO GERAL E ESPECÍFICO
Que tipo de homem um ministro do evangelho deve ser? Que tipo de trabalho é chamado para fazer?
Na estrutura da igreja muitos são chamados para servir. Sem serem chamados para o ministério da pregação e do ensino. Esse fato vê em 1Tm. 3:8-13. Estes são ajudadores referidos como DIÁCONOS, não são como os descritos em
1 Co.12:28. Mas todas as pessoas são membros do Corpo de Cristo e tem um lugar onde pode servir. Todos esses serviços são importante. Cada ministério contribui de alguma maneira para tornar a igreja madura para o serviço cristão.
OBS: Quando a igreja primitiva enfrentava problemas no distribuir donativos destinados às viúvas, o povo escolheu sete homens que os apóstolos deixaram encarregados do assunto. Esta ação aliviou os apóstolos desta responsabilidade, de modo que pudessem dedicar-se completamente o ministério da Palavra e a oração Atos.6:1-6. Ministério é serviço do Senhor. Há muitas maneiras de servir ao Senhor. Alguns têm chamados específicos, no meio de muitos e variados ministério da igreja.
QUALIFICAÇÃO PARA O MINISTÉRIO
À medida que consideramos as questões diante de nós, devemos ler em oração os trechos das Escrituras. Pergunte a si mesmo: o que este trecho das Escrituras esta dizendo para mim? O Espírito Santo ajudará você a compreender o que significa e como se aplica a você.
Algumas das qualificações dos lideres do novo testamento são citadas em 1Tm.3:1-13. Estes versículos descrevem o tipo de pessoa que você deve ser, se para você tem um lugar no ministério da igreja. Você p recisa perscrutar o seu próprio coração. Cada pessoa que deseja ser obreiro na obra de Deus deve perguntar a si mesmo porque deseja ser obreiro. Por que você quer servir? Pregar? Ensinar? Só você pode responder a estas perguntas diante da sua consciência e diante de Deus.
O apóstolo Paulo faz uma lista para aqueles que desejam ser ministros e diáconos dizendo que deve ser irrepreensível. Isto não significa que serão perfeitos, mas significa que devem esforça-se para merecer bom testemunho dos de fora, não tendo nenhuma acusação de imoralidade, falsidade e desonestidade. Quem quer ser ministro ou obreiro deve ser notável pela honestidade, pureza e retidão. Estas virtudes são parte importante do bom caráter do bom cristão Tito.1:6,7.
A vida familiar de quem serve na igreja tem que preencher estes requisitos:
1) Marido de uma só mulher.
2) Deve governar bem a sua casa.
3) Deve ser exemplo de moralidade cristã na sua família.
4) Deve governar sua família com tamanha retidão, amor e respeito.
Antes de qualquer coisa deve ser modelo de fidelidade, pureza e perseverança no viver religioso e ter uma vida digna de ser imitada.
O apóstolo Paulo demonstra uma semelhança entre a vida da igreja e a família. Se um homem não sabe governar a sua própria casa, não pode cuidar da casa de Deus.
OBS: O ministro cristão deve ter domínio próprio, ser sóbrio e ordeiro. São estas as características de um obreiro bem comportado, de um cavalheiro. No obreiro não deve haver modos grosseiro, nem impróprio na sua fala (conversa) nem na conduta. Tanto nas suas maneiras como na sua aparência. Ele deve representar muito bem o evangelho, a que foi chamado para servir, pregar ou ensinar.
O apóstolo Paulo adverte e desencoraja os que são novos na fé de entrarem no ministério. O novo convertido é como uma semente replantada precisa de tempo para crescer, para desenvolver-se espiritualmente, para frutificar. As qualidades da liderança, que o ministério exige, levam tempo para serem aprovados. É por ser seguidor, a pessoa cresce até ser um obreiro e ministro eficaz e competente.
OBS: AQUELES QUE SERVEM NO MINISTÉRIO SÃO ADVERTIDOS
1) CONTRA O AMOR AO DINHEIRO.
2) ELES DEVEM SER PACIENTES.
3) NÃO DADOS A VINHO.
4) NÃO ESPANCADORES.
5) NÃO CONTECIOSOS.
6) NÃO DOMINADORES
Ao invés de bebedices, da violência e das contendas, devem ser conhecidos pela bondade, graciosidade e paz. É muito importante ser respeitado por aqueles que estão de fora do convívio da igreja. Aquilo que ensinamos aos outros deve ser em si para nós mesmo. Se houver desonestidade, infidelidade, ou incontinência na vida do obreiro, ele perdera sua influência na vida daqueles que está procurando ensinar, liderar ou ganhar para Deus.
AS EXIGENCIAS PARA SER OBREIRO OU MINISTRO PARECEM SER RIGOROSAS OU MEMO SEVERO, MAS AS MESMAS ESCRITURAS ENALTECEM E HORAM A PESSOA CHAMADA PARA O MINISTÉRIO. ESTE CÓDIGO DE
CONDUTA ELEVADA, O OBREIRO DEVE SEMPRE TER NA CONCIÊNCIA. A RESPONSABILIDADE É GRANDE POR QUE O PRIVILÉGIO É GRANDE. Lc.12:48.
MINISTÉRIO DIACONAL
DIÁCONO (DIAKONOS)
Significa “servo”. Umas das funções deles na igreja do NT são vista em Atos 6:1-6. Eles deviam ajudar os pastores, cuidando dos assuntos temporais e materiais da igreja. As qualificações espirituais dos diáconos são essencialmente as mesmas dos pastores.

O diácono é escolhido pela a igreja para o ministério da benevolência. Sua área de ação e atuação se circunscreve à sua igreja local.

Qualificações Para o Diaconato de Acordo Com Atos 6:1-6
1) Os diáconos devem ser espiritualmente equipados (cheios do Espírito Santo)
2) Os diáconos devem ser mentalmente equipados (cheios de sabedoria)
3) Os diáconos devem der moralmente equipados (boa reputação)
Qualificações Para o Diaconato de Acordo Com 1Tm 3:8-13
1) Honesto e sábio nas decisões
2) Não de língua dobre
3) Temperante
4) Bom administrador das possessões.
5) Deve ser primeiro testado se da para o cargo
6) Deve ser homem de fé.
7) Irrepreensível.
8) Monógamo.
9) Deve governar bem seus filho e sua própria casa.
Deveres dos Diáconos
Servir ás Mesas
1) Do Senhor. Aos diáconos tem cabido a responsabilidade de funcionar na distribuição da ceia do Senhor. A prática atual de chamar os diáconos para ajudar na ceia já consagrou este costume. Isto não impede que o pastor chame um outro membro para exerce esta função.
2) Do Pastor. Tratar do sustento pastoral é um dos deveres mais honrosos do diácono. Aos diáconos compete olhar as condições econômicas da igreja e das necessidades
3) do ministro para que a função ministerial seja desempenhada com alegria, e não gemendo Hb. 13:17.
4) Dos Pobres. O problema social e filantrópico das igrejas tem tomado o tempo pastoral. Por isso os crentes primitivos elegeram homens para servirem às mesas (Atos 6:2) para que os pastores possam dedicar-se mais ao tempo de ensino e do ministério da Palavra de Deus.
Outras Responsabilidades Que Os Diáconos Podem Exerce
1) Ajudar a igreja no levantamento das finanças
2) Ajudar o pastor nas visitações.
3) Ajudar o pastor na disciplina eclesiástica.
4) Visitar os novos convertidos e os doentes no hospital.
5) Ficar a frente de trabalhos quando não há alguém escalado pelo o pastor.
6) Os diáconos devem ficar a disposição durante o trabalho da igreja.
OBS: Um bom diácono é uma grande alavanca na igreja, é uma esperança e um estimula para o pastor e para os membros em geral. Mas o diácono que exorbita de suas funções é uma pedra de tropeço, um peso morto, uma decepção. Os diáconos devem ter o dom de ministrar ou servir.
OBS: Hoje os pastores estão mais cuidadosos em escolher ou indicar pessoas para servi no ministério do diaconato, obreiro e lideranças de departamento. Eles estão olhando também estas qualidades pessoais.
1) Submissão
2) Obediência
3) Trato
4) Discipulado
5) Disposição
6) Motivação
7) Mansidão
8) Freqüência
9) Atendimento
10) Testemunho

REQUESITOS ESSENCIAIS AO OBREIRO

1) A aparência é fundamental no obreiro.
Exemplo: O vestir, unha bem tratadas, dentes limpos e perfumado. Etc.

2) A expressão é fundamental no obreiro

Saber falar, e entender o que esta falando.
Exemplo: Ser firme, mas não precisa gritar, pois quem grita se expressa mal, não é ouvido.
O obreiro tem que ser organizado
Organização é fundamental na vida do obreiro;
Leitura é fundamental também na vida do obreiro;
Oração começa com uma coisa e termina em outra;
Pregação também começa numa coisa e termina em outra.
Gestos do obreiro
Tem que ser suave com as mãos e voz;
Seu caminhar suave como à pregação;
Olhar fixos na Igreja, com suavidade;
Como ter a confiança da Igreja?
– Saber ouvir
– Não fazer comentários
– Estar fora do disse e me disse.
– Ser sempre cordial
– Não ser irônico;
– Não fazer piadinhas com coisas sérias;
– Dar sempre atenção a quem o procurar;
– Ser paciente, saber esperar;
– Não dar cajado, pois isso é tarefa do pastor da Igreja;
10° – Ser inteligente em suas respostas;
11° – Gostar do que faz;
12° – Amar as coisas da Igreja (Ex: Evangelismo, visitação, oração e etc.);
13° – A Escola Dominical é fundamental para o obreiro
14° – Conviver bem com os vizinhos
15° – Se dar bem com irmãos de outras Igrejas
16° – O mais importante é a sua casa, porque ela é a sua 1° Igreja
Obreiro de verdade
Ser verdadeiro (viver o que prega);
Ser manso
Não pode ser carrancudo (guardar magoa);
Obreiro tem que estar atualizado sempre
– Com os acontecimentos nacionais para levar a luz da Bíblia
– Com os acontecimentos mundiais;
– Com os acontecimentos econômicos
Boas interpretações
– Com leituras (cristãs)
– Conversar sobre a Bíblia (com os irmãos)
– Debates sábios (trocas de conhecimentos)
O OBREIRO QUE DEUS USA
A quele que não tem em si o menor valor, mais adquire valor pelo o fato de ser objeto do amor de Deus.
O obreiro não deve reclamar da congregação para ninguém muito menos para Deus. O obreiro não pode ser acusador da igreja diante de Deus e dos homens.
A fé do obreiro tem que ser extravagante para encontrar satisfação de Deus. Orar com amor pelas pessoas independente das qualidades morais ou espirituais de cada uma delas é dever do obreiro.
A oração do obreiro tem que ser como um cântico em forma de um sonho que molda o futuro e organiza o presente, cuja porta de entrada é a habitação do Deus Altíssimo.
As orações mesmo em forma de sonho, porem não se contenta em sonhar, há urgência nela, pois a oração se relaciona com as necessidades básicas da vida a cada dia.
Finalizar
Procura-te apresentar a Deus como Obreiro Aprovado, que maneje Bem à Palavra e que não tem do que seEnvergonhar.
O obreiro precisa trabalhar numa atmosfera de fé para lidar com situações de caos (nem tudo é flor).
  1. Casamentos problemáticos
  2. Confusão na adolescência
  3. Aflição emocional
  4. Comportamentos éticos
  5. Adultérios
  6. Alcoólico
  7. Depressão
  8. Amargura etc.
O propósito deste curso é disciplinar você (obreiro) eclesiasticamente a manter a reputação de Deus. Proteger a pureza moral e a integridade doutrinária da igreja (Rm. 2:23,24 – I Co. 5:6,7).
É dever dos pastores instruir a igreja em todos os designo de Deus, estamos vivendo momentos difícil dos últimos dias. As igrejas estão se esvaziando por que muitos homens (obreiros) estão querendo viver a sua própria vida e com isso desmoralizando o evangelho com suas condutas. A palavra de Deus é o manual supremo e guia a verdade. Sua fé tem que ser autentica e sólida biblicamente.
Diversos obreiros estão comprometidos e distanciados da verdade como os mestres da lei de Deus (Jr. 14:13). Jesus adverte para estarmos de prontidão para o serviço (Lc. 12:35-47).
Professor: J. Pedro Amancio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário